Notícias

Além de discutir temas relevantes para tornar o meio urbano um local mais agradável e saudável para viver, nesta edição o seminário Cidade Bem Tratada deixou uma semente que pode se multiplicar pelas ruas de Porto Alegre. No dia 13 de junho, o engenheiro e permacultor Guilherme Castagna, fundador da Fluxus Design Ecológico e um dos palestrantes do evento, ensinou um grupo de moradores da capital a fazerem um jardim de chuva.

Na oficina gratuita foi realizado um projeto em pequena escala no pátio do Café Minéraux, no Bairro Floresta. Os participantes são pessoas envolvidas em ações de mobilização, economia criativa e iniciativas de transformação do espaço urbano já em andamento no bairro. A proposta de criação destes espaços verdes é de melhorar o manejo da água pluvial, pois nestes jardins a infiltração natural é favorecida, evitando que a água escoe em grandes volumes ou fique empoçada, causas comuns de trantorno nas cidades em dias de chuva. Na prática é uma alternativa mais econômica e ecológica para tratar a drenagem urbana de forma descentralizada. Essa solução de baixo custo reduz as áreas alagadas, recarrega o lençol freático e melhora a qualidade da água. A oficina habilitou os participantes a replicar a iniciativa em outros pontos da cidade.

Foram parceiros do seminário nesta ação, além da Fluxus, o Distrito C - Distrito Criativo de Porto Alegre​, a Associação das Hortas Coletivas do Centro Histórico, o Café Minéraux, o Studio 1 Arquitetura e a SMAMS, que doou as mudas utilizadas.