Notícias

Tecnologia ambiental de baixo custo, Jardim de Chuva pautará fala de convidado do Cidade Bem Tratada

Uma técnica simples de permacultura e desenho urbano estátornando as cidades mais verdes e permeáveis. São os Jardins de Chuva, métodopara o manejo e reuso de água que vem sendo amplamente propagado pelo engenheiro civil e permacultor Guilherme Castagna, fundador da Fluxus Design Ecológico.

Os jardins foram criadosporZephaniahPhiriMaseko, africano que vivia em uma região semiárida do Zimbábue, e que encontrou no plantio de árvores a solução para a falta de água, criando um oásis em meio ao semiárido.

Desde então, o método foi aprimorado e repercutido em diferentes lugares do mundo, tendo em Castagna um dos principais incentivadores e estudiosos. Palestrante do Seminário Cidade Bem Tratada, ele falará no dia 12 de junho sobre a técnica que retém a água onde ela cai, geralmente perto de uma cobertura, telhado ou calçada, utilizando-a de forma produtiva.

A ideia permite que a área tornada verde recarregue o lençol freático, melhore o conforto térmico e umidade em um ambiente que pode servir para a produção de alimentos, flores ou plantas ornamentais,aos moldes do que foi feito no Largo das Araucárias, em São Paulo. Cravado no coração do bairro dos Pinheiros, o projeto é fruto de um trabalho coletivo que transformou uma antiga área abandonada em um espaço revitalizado com mobiliário urbano e plantio de espécies nativas.

Guilherme conta que os Jardins de Chuva recebem água de escoamento superficial da praça, além de 100% do volume produzido por um trecho da Rua Butantã, recolhendo integralmente este volume em vez de despejá-lo nas galerias pluviais. Com isso, foi recriado um fragmento da paisagem ancestral, distante apenas 650m do Rio Pinheiros, oferecendo um novo fôlego ao Córrego Rio Verde, que agora passa a receber milhares de litros por ano de água purificada pelo solo.

Segundo o engenheiro, os Jardins de Chuva não são um elemento estanque, mas um conceito que faz uso de áreas ajardinadas para colher a água da chuva, e que pode ser desenhado até mesmo em quintais de casa, prédios ou outras edificações diferentes.

Desde 2006, Castagna integra sua formação acadêmica como engenheiro à visão sistêmica da permacultura na elaboração de projetos como este. É também palestrante em eventos como o TedX.

Para realizar ações em espaços públicos e reidratar paisagens, ele conta com o apoio do governo e por meio da mobilização de investidores, técnicos e grupos ativistas. Possui também o envolvimento da comunidade que, no caso da capital paulista, atua no plantio das mudas, em forma de mutirão.

“Estamos levando o projeto para uma escala maior.Espero queele saia do meu controle até que a gente consiga estender às prefeituras. Desejo que a gente possa apresentar as vantagens e explicar porque isso é melhor do que remover o problema”, comenta.

Guilherme Castagna integra o time de palestrantes do Cidade Bem Tratada.

Saiba mais:
O que: 7º Seminário Cidade Bem Tratada
Quando: 11 e 12 de junho de 2018
Onde: Auditório do Ministério Público | Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80 | Porto Alegre | RS
Informações e inscrições gratuitas: www.cidadebemtratada.com.br
Facebook: @cidadebemtratada2018
Instagram: @cidadebemtratada

Temas que compõem a programação:
• Como está a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.
• A Situação das Águas: novos conceitos de drenagem, tratamento e aproveitamento de efluentes.
• Energias Renováveis.